Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Netskope melhora gerenciamento de experiência digital para SASE

O gerenciamento de experiência digital é parte essencial de uma arquitetura SASE, na qual as redes conectam usuários e dispositivos de forma otimizada.

Loading

Netskope anunciou a aquisição da Kadiska, empresa especializada em gerenciamento de experiência digital para plataforma SASE. 

Com décadas de experiência em DEM, Monitoramento de Desempenho de Aplicações (APM) e Monitoramento de Desempenho de Redes (NPM), a Kadiska construiu sua tecnologia para combinar monitoramento de experiência de usuário real (RUM) com visibilidade de desempenho de redes e de aplicações de ponta a ponta, desde dispositivos de usuários até aplicações SaaS, em nuvem e híbridas. Esses recursos complementam e aprimoram a remediação proativa de experiência da Netskope alimentada por IA e ML.

“A visão da Kadiska combina muito bem com a visão da Netskope. Nossas tecnologias foram construídas para reconhecer o novo mundo onde os dados, usuários, a infraestrutura em nuvem e as aplicações estão todos dispersos, deixando pontos cegos e desafios para as empresas que procuram controlar e otimizar a experiência e a segurança. Já compartilhamos alguns clientes globais de grande porte e o que motivou essa aquisição foi observar o apetite por integração, reunindo as capacidades de ambas as empresas”, diz Sanjay Beri, CEO e cofundador da Netskope.

A aquisição complementa o recente anúncio de melhorias significativas nos recursos de gerenciamento de experiência digital (DEM) com o Netskope Proactive DEM (P-DEM) e consolida os avanços da companhia na capacidade de monitorar e remediar proativamente o desempenho e garantir a experiência em toda a arquitetura SASE – de SD-WAN a SSE – bem como em toda a nuvem e no conjunto de aplicações.

“Estamos extremamente entusiasmados com o fato de nossa equipe e tecnologia terem se tornado parte da plataforma Netskope, pois ela se alinha perfeitamente com nosso compromisso de auxiliar as empresas a superar o desafio histórico da escolha entre segurança e experiência do usuário” – Gilles Huguenin, CEO da Kadiska.

 

Arquitetura Sase e o Gerenciamento de Experiência Digital

O Gerenciamento de Experiência Digital tornou-se um componente essencial de uma arquitetura SASE, na qual a segurança e as redes se unem conectando usuários, dispositivos e locais de forma otimizada a aplicações, sites e dados, onde quer que estejam hospedados. Monitorar ativamente o desempenho das redes e das aplicações na perspectiva do usuário – e aproveitar a Inteligência Artificial e o Machine Learning para correção proativa de problemas – garante o sucesso de projetos de inovação, como trabalho híbrido e experiência digital do cliente. 

Os principais analistas avaliam SASE como uma oportunidade de mercado de US$ 36 bilhões até 2025, e o Gartner prevê que o mercado crescerá a um CAGR de 36% nos próximos cinco anos. Ele também estima que, até 2026, pelo menos 60% dos líderes de infraestrutura e operações usem o DEM para medir o desempenho de aplicações, serviços e endpoints da perspectiva do usuário, contra menos de 20% em 2021.

Segundo Frank Dickson, vice-presidente do Grupo de Segurança e Confiança da IDC, empresas em todo o mundo estão realizando transformações de segurança e de redes para apoiar mudanças nos padrões de trabalho e novas arquiteturas de TI.

“Esses projetos surgem para fornecer conectividade segura e de alta qualidade para cada usuário, em qualquer dispositivo, de qualquer lugar e para qualquer aplicação, o que torna a capacidade de monitorar, gerenciar e otimizar a experiência dos usuários, um fator crítico de sucesso. Esta aquisição pela Netskope demonstra o foco da companhia em oferecer uma plataforma completa para seus clientes, levando às equipes de segurança e de redes a capacidade de entender, em tempo real, como as redes e aplicações estão funcionando e adotar medidas conforme a necessidade”.

Eduardo Boni Pontes

Eduardo Boni Pontes

Compartilhe este artigo

Veja também